Como sua Empresa Pode Ser Top of Mind

Como sua Empresa Pode Ser Top of Mind
26/02/2016 Raphael Campos

top of mindQual a primeira coisa que vem a sua mente ao escutar a palavra FUNK? Com certeza você pensou ou em morro, ou em favela ou em mulheres sensuais dançando, correto? Não, eu não tenho uma bola de cristal. Você simplesmente acabou de fazer um joguinho de associação.

O TOP OF MIND não é muito diferente disso. As empresas usam essa métrica para medir a eficácia de suas estratégias de marketing e o seu impacto na sociedade e mais especificamente, na mente dos consumidores.

QUE TREM É ESSE?

A expressão vem do Inglês Top of Mind Awareness (sem tradução adequada, mas o mais próximo seria algo como “conscientização da marca,” ou seja, aquela que está na “ponta da lingua”). TOP OF MIND representa uma maneira de identificar qual serviço, produto ou marca vem primeiro na mente dos clientes quando se pensa em um determinado setor. Funciona assim: uma pergunta é feita para o consumidor e ele tem que responder de “bate-pronto,” sem pensar muito. Um exemplo de pergunta seria: “Qual a primeira empresa ou marca que vem a sua cabeça quando se trata de Escola de Inglês?

COMO É FEITO

No mundo offline, as empresas tentam criar conscientização de sua marca através da exposição em mídias offline (rádio, jornais, televisão, revistas, etc).

Outra forma não-oficial que você pode “ficar Top of Mind” é fazendo networking. Isso funciona para o seu círculo de amigos e parceiros. Se eles estiverem cientes do seu ramo de trabalho, do nome de sua empresa e de seu desempenho, eles vão lembrar de sua marca.

Já no mundo online, essa exposição é feita nas mídias sociais, blogs, portais, etc.

POR QUE SE IMPORTAR COM ISSO?

Por mais simplista e cliché que seja, a máxima “Quem não é visto não é lembrado” é uma realidade aqui. Esse conceito na verdade é a “essência” da expressão Top of Mind.

Ao responder a pergunta “qual a primeira empresa que vem à mente no setor de telefonia móvel?”, por que será que o cliente responde TIM? ou Claro? ou Vivo? É interesse refletir sobre o que essa empresa fez para estar presente na mente do consumidor de forma que ele associasse o setor de telefonia móvel no Brasil a sua marca.

UMA SAÍDA ÚTIL, EFICAZ E BARATA

Talvez hoje a forma mais fácil de ficar Top of Mind é estando presente “na mente” de seus clientes através de uma ferramenta que passa quase desapercebida: o email.

O email é universal, popular, presente no smart phone de milhares de pessoas e faz parte do seu dia-a-dia. Quando seu cliente recebe emails de sua empresa com uma certa frequência, a sua marca vem à memória, mesmo que de forma inconsciente.

Que fique claro que não estou sugerindo que você faça spam (aqueles emails indesejados). O cliente deve ter optado a entrar em seu mailing, lhe autorizando a se comunicar com ele via email. É por isso que listas de emails compradas não funcionam: a receptividade é baixíssima, nível de engajamento com esses emails é quase inexistente e a taxa de entrega também é péssima. Para saber como vender mais através do email marketing, baixe gratuitamente nosso ebook  Venda Mais com o Email Marketing.

A MEDIDA PERFEITA

Ao se tratar de email marketing, deve-se tentar encontrar o equilíbrio ideal entre relacionamento e vendas. A empresa que envia muitos emails somente se relacionando com seus clientes pode cair em uma “zona de amizade.” Já a empresa que só envia email com conteúdo de vendas passa uma imagem de mercenária, podendo assim entrar na categoria do spam. Então deve-se achar a harmonia certa entre relacionamento e oferta através de listas de segmentação.

Creative Director da Agência Kardia, idealizador do Projeto Musiquês, Raphael é casado (e apaixonadíssimo por sua esposa), é pai de 2 e ama café (aquele barato, passadinho mesmo).

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

11 − 4 =