4 Elementos Essenciais para toda Apresentação

4 Elementos Essenciais para toda Apresentação
29/01/2016 Raphael Campos

4 Elementos Essenciais para toda ApresentaçãoPara se fazer uma apresentação, independente da mídia utilizada, deve-se prestar atenção a 4 elementos essenciais (ou podemos chamar de fases).
Se uma dessas fases for negligenciada, sua apresentação será finalizada mas poderá não atingir o seu objetivo final de forma eficaz.

Fase 1: Briefing

Antes de tudo, é extremamente importante parar para coletar algumas informações importantíssimas a respeito de nosso projeto.
Aqui, algumas perguntas podem nos ajudar bastante:

  • Quem é minha platéia?
  • Qual a faixa etária?
  • Qual o nível de conhecimento que eles tem?
  • De que maneira vou abordar meu assunto?
  • Quais os principais pontos que não posso ignorar?
  • Quanto tempo tenho para apresentar?
  • Onde será a apresentação?
  • Qual a estrutura que preciso? (equipamentos, computadores, softwares, microfones, etc).
  • Qual o objetivo principal da minha apresentação?

Fase 2: Criação do roteiro (script)

Antes de sentar na frente do computador e começar a fazer sua apresentação diretamente na sua plataforma escolhida (Powerpoint, Keynote, Prezi, etc), é imprescindível que você reserve um tempo para escrever o seu roteiro (script).

Por quê? Porque é aqui que sua apresentação é criada, aqui que ela toma forma e é aqui que se define o escopo geral. Sem esse passo, você pode gastar o dobro do tempo debruçado na frente do Powerpoint, já que você não sabe muito bem para onde está indo. O que pode acontecer também, se você ignorar esse passo, é dar o famoso “branco.

Então aconselhamos você abrir o editor de texto (Word, por exemplo) e escrever aquilo que você quer falar.

Aqui você pode definir:

  1. Se seu tom será formal ou informal;
  2. Se você utilizará metáforas, exemplos, testemunhos, etc.;
  3. Se sua fala terá algum humor, provocação ou irreverência.

O roteiro é o que garante um encadeamento lógico de suas idéias, gerando assim um discurso coeso, que faz sentindo para o ouvinte e lhe permite alcançar seu objetivo final.

Para saber mais segredos de apresentações, veja esse vídeo.

Fase 3: Destacar os trechos principais do seu roteiro.

Depois de já ter escrito seu roteiro, é hora de decidir o que vai e o que não vai para os slides (a apresentação visual em si). O roteiro é a sua fala, mas nós não podemos colocar toda a sua fala dentro do Powerpoint, senão sua apresentação ficaria muito massante.

Então é aqui você vai reler novamente o seu script, colocando suas idéias principais em negrito. Essas idéias são o que será transferindo para seus slides.

Fase 4: Criação dos slides

Agora é a hora de você “por a mão na massa.” Você pode saber mais sobre esse assunto aqui.

É interessante definir previamente qual a fonte que será utilizada. Se você for enviar sua apresentação Powerpoint para outros colegas, por exemplo, é importante escolher uma fonte segura, ou seja, aquelas fontes padrões que todo computador possui (Sugestão: Tahoma, Verdana, Calibri, Candara e Trebuchet).

Defina também suas cores. É desagradável ver uma apresentação com 300 cores diferentes. Recomendamos a ferramenta Kuler para escolha da paleta de cores.

Escolha também que tipo de transições você vai usar. Se limite no máximo a 2 tipos de transições. Menos é mais!

Da mesma forma, defina o estilo de imagens. Serão estilo cartoon? fotos quadradas? preto e branca? vetores?

É muito bom ter essas idéias já decididas antes de começarmos a criar de fato a apresentação.

CTA-Button-BOTTOM-apresentacao-free-template

Creative Director da Agência Kardia, idealizador do Projeto Musiquês, Raphael é casado (e apaixonadíssimo por sua esposa), é pai de 2 e ama café (aquele barato, passadinho mesmo).